Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo.
Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação clique aqui.

Notícias

Proposta sobre mudanças no acesso ao ensino superior

Os exames do ensino secundário que determinam o acesso ao ensino superior, são o exemplo mais paradigmático do que ‘o ensino’, como está organizado, pode fazer aos jovens. Na fase da vida em que tenderiam a ser simultaneamente mais curiosos, críticos, sensíveis, criativos e capazes de se construir e reconstruir, com os outros, em vez disso são compelidos a passar esses anos críticos do seu desenvolvimento focados predominantemente nas notas.

Estes exames, em vez de serem um estímulo ao desabrochar de pessoas completas, construtivas e capazes de viver na felicidade de, com outros e pelos outros, fazer o que é bom e importante para bem dos outros e de si próprios, reduzem os jovens a um número, uma classificação, que mede a capacidade de memorização de conhecimentos e quase mais nada, e que determina se vão ou não para os cursos e as escolas de maior prestígio, sem especiais preocupações relativamente às suas vocações.

Ver documento completo 

Data: 11 - 07 - 2019
Facebook Linkedin Twitter Google + Pinterest